quinta-feira, 17 de março de 2011

(Des)Caminho

Ontem te vi. Passei ao seu lado, mas não me percebeste. Senti o mesmo calafrio costumeiro, a mesma eletricidade eriçando meus pêlos, a mesma reviravolta no estômago. E continuei meu caminho.

1 comentários:

Itala Alves disse...

Onde anda você? caro Bruno!!!
Sem gesso?
Pensei que estivesse em Mossoró esse fds.

=D

Postar um comentário